Como vai sua testosterona?

Você sabia que o hormônio testosterona afeta mais do que sua vida sexual?

A mulher, quando está de TPM, tanto ela como quem está ao redor provavelmente percebe. Os efeitos das alterações hormonais decorrentes do período menstrual na saúde, personalidade, no corpo da mulher são bem conhecidos. E os homens, sabem como anda o nível de um dos principais hormônios masculinos, a testosterona?

A testosterona influencia o comportamento, o desempenho sexual e também algumas características físicas masculinas. E os níveis de testosterona no sangue do homem caem naturalmente com o passar da idade, aproximadamente 1% ao ano a partir dos 40. Por isso, é importante incluir a dosagem de testosterona nos exames de rotina a partir dessa idade, pois uma baixa dosagem nesse período pode ser um sinal de alerta para problemas atuais e futuros.

A partir da puberdade, os testículos começam a produzir a testosterona e várias transformações passam a acontecer no metabolismo do menino, resultando em alterações físicas, emocionais e até comportamentais. Quando tudo vai bem com a produção hormonal, o jovem encorpa, tem pelos pelo corpo, a voz engrossa, pode ficar mais agitado ou agressivo, ter mais sono, passa a ejacular, etc.

Todavia, alguns meninos e homens jovens, por disfunções hormonais, obesidade, doenças crônicas e outros motivos e fatores, podem apresentar a taxa de testosterona reduzida, o que, sem dúvida, requer investigação e tratamento, como ocorre com as meninas e moças, que visitam regularmente seus ginecologistas em busca de explicação e tratamento para a Tensão Pré-Menstrual e seus sintomas.

Abaixo, alguns sintomas da baixa produção de testosterona no homem:

  • Falta de libido;
  • Insônia;
  • Dificuldade de concentração;
  • Fadiga e Cansaço frequente;
  • Dor de Cabeça;
  • Dificuldade em ganhar massa muscular;
  • Acúmulo de gordura abdominal;
  • Baixo crescimento de pelos;
  • Perda de massa óssea

Atenção: isoladamente, tais sintomas podem ter inúmera causas diferentes. Se o homem apresentar boa parte desse conjunto de sintomas, deve procurar o urologista para investigar, solicitar exames de sangue e, possivelmente um espermograma para checar o potencial fértil desse paciente.