Varicocele: saiba a importância do diagnóstico precoce

Doença conhecida como ‘varizes do testículo’, a varicocele pode afetar meninos ainda na adolescência

Varicocele é uma insuficiência venosa que acomete as veias, localizadas na bolsa testicular, que drenam o sangue venoso do testículo. A doença, que pode ter consequências graves – como a infertilidade masculina -, acomete cerca de 25% dos homens e aparece frequentemente durante a puberdade.
A doença pode não ser percebida pelo paciente por ser, geralmente, assintomática, mas, se o jovem passar em consulta, é justamente na fase da adolescência que a varicocele deve ser detectada. Por isso, pais e mães devem ficar atentos a fim de evitar um diagnóstico tardio.
“Quanto mais tempo o homem apresentar a varicocele ativa, pior o dano para a produção de espermatozoides”, explica Daniel Suslik Zylbersztejn, urologista e PHD em Medicina Reprodutiva da DSZ Medicina Reprodutiva.
Para entender melhor o que é a varicocele, o Dr. Daniel Suslik Zylbersztejn faz uma analogia com outras doenças. “Quando a insuficiência venosa atinge as veias das pernas das mulheres e dos homens, a doença é conhecida como varizes. Quando acontece na região do ânus, esta doença é conhecida popularmente como hemorroidas. No caso dos testículos, o nome é varicocele”, exemplifica.

Varicocele e infertilidade masculina

A varicocele pode levar à infertilidade masculina

A varicocele pode levar à infertilidade masculina

Segundo o especialista em medicina reprodutiva, uma das situações que mais trazem o homem adulto ao consultório médico do urologista é a infertilidade masculina. “Em cerca de 40% dos homens com infertilidade primária (que nunca engravidaram suas parceiras) a causa é a varicocele”, afirma Zylbersztejn.
O médico alerta ainda que caso os pais tivessem a cultura de levar seu filhos adolescentes masculinos ao hebiatra (pediatra de adolescentes) ou ao urologista, um exame físico de rotina poderia ser suficiente para fazer a detecção de varicocele. Evitando, no futuro, que se recorra à reprodução assistida para ter filhos.
“Muitos destes adolescentes, após avaliação com exames complementares, poderiam ser tratados precocemente e, desta forma, evitar a progressão para a infertilidade masculina e todas as consequências ruins que isto pode trazer para a vida destes homens”, diz o especialista.
Não é possível prevenir o aparecimento da varicocele, pois além de uma pré-disposição pessoal, existe uma questão hereditária associada ao seu desenvolvimento. Evitar estar acima do peso, praticar atividade física regularmente e a manter hábitos de vida saudáveis podem minimizar os efeitos da varicocele.
Uma detecção precoce da doença e seu tratamento podem evitar e inclusive reverter possíveis danos ao testículo e sua produção de espermatozoides, especialmente quando tratados ainda durante a adolescência ou na fase adulto-jovem”, orienta o Dr. Daniel Suslik Zylbersztejn.
Texto de Ana Paula Cardoso para o site A Revista da Mulher.